Cerimónias Humanistas

Porquê uma cerimónia humanista?

Celebrante em Casamento HumanistaAs Cerimónias Humanistas existem para celebrar os momentos significativos das nossas vidas. Celebrar nascimentos, casamentos, uniões ou a morte de pessoas próximas, é algo que muitos de nós desejam, mas que em Portugal não tem sido fácil para quem não tem crenças religiosas. Até aqui estivemos limitados ao desconforto de optar pela ausência de celebração, por algo mais simples preparado pelos próprios ou amigos, ou ainda, por uma cerimónia religiosa, que satisfazendo expectativas sociais e muitas vezes familiares, não refletem realmente o significado do momento para aquela pessoa ou família.

Cada cerimónia é única, no entanto o conceito de cerimónia humanista nasce do cruzamento de várias perspetivas:

  • Uma perspetiva humanista secular que privilegia a compreensão do mundo através da razão, experiência e partilha de valores humanistas, na procura de uma vida com significado.
  • Uma perspetiva psicológica, antropológica e sociológica que reconhece a importância de ter rituais de passagem, cerimónias dotadas de significado que marquem etapas de vida e ajudem a organizar a nível pessoal, familiar e social esses momentos.
  • Uma perspetiva pessoal, centrada em si e no desejo de criar cerimónias únicas e verdadeiramente personalizadas.

As cerimónias humanistas, que são prática corrente em muitos países da Europa, EUA, entre outros, oferecem a possibilidade de marcar estes momentos com afeto, dignidade, honestidade e coerência com as suas crenças e valores de cada um. Distinguem-se por serem centradas na celebração da vida e do ser humano, na sua plenitude.

Não há modelos de cerimónia obrigatórios, nem constrangimentos de forma ou conteúdo, para além dos legais. Estas são organizadas pelo celebrante, em estreita colaboração com a pessoa ou família, por forma a incluírem os elementos simbólicos, que podem ser textos, testemunhos, música ou outros, que para si têm sentido. Este facto torna cada cerimónia única e irrepetível.

Cerimónias habituais

As cerimónias humanistas mais habituais são:

  • “Boas Vindas” - celebra a entrada de um novo membro da família, seja um bebé que nasce, uma criança que é adotada ou que entra na família por via de uma união de pai ou mãe.
  • “Casamento Humanista” ou “União Simbólica” - celebra a união de duas pessoas e poderá ser ou não complementar ao casamento civil.
  • “Despedida” ou “Memorial” - quando morre uma pessoa, pode ser feita uma homenagem no momento do funeral ou mais tarde, relembrando a pessoa que foi e o papel que teve nas nossas vidas.

Celebrantes Humanistas em Portugal

O Humanismo Secular Portugal tem uma lista de celebrantes com experiência e formação específica na área das cerimónias humanistas. Se está interessado em ter um celebrante reconhecido pelo Humanismo Secular Portugal no seu evento, ou pertencer à nossa lista de celebrantes, por favor entre em contacto connosco.